Notícias / Ações

25 março 2019

Baterista Alfredo Dias Gomes ilumina no álbum ‘Solar’ dois temas que compôs para tramas de Janete Clair

||
0 Comment
|

Filho da novelista Janete Clair (1925 – 1983), o compositor e baterista carioca Alfredo Dias Gomes recebeu em 1980 uma incumbência musical da mãe.

Janete criava a trama da novela Coração alado (TV Globo, 1980 / 1981) e pediu ao filho que compusesse um tema para o protagonista da história, Juca Pitanga, nordestino que vinha tentar a sorte na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Tocando na época na banda de Hermeto Pascoal, músico que valoriza os ritmos brasileiros, Alfredo retratou a saga migratória do personagem – vivido pelo ator Tarcísio Meira – com um baião intitulado Viajante.

Gravado por Dominguinhos (1941 – 2013), o baião Viajante se tornou um dos fonogramas mais dispersos da discografia do artista pernambucano, tendo sido lançado somente em compacto simples naquele ano de 1980, no LP com a trilha sonora nacional de Coração alado e, posteriormente, em duas coletâneas de Dominguinhos editadas em 1999 e em 2001.

Decorridos 39 anos, Viajante reaparece em versão instrumental em Solar, 11º título da discografia solo de Alfredo Dias Gomes.

Em Solar, disco produzido pelo próprio baterista e gravado com a adesão do saxofonista e flautista Widor Santiago, Alfredo apresenta oito temas autorais.

Solar ilumina o apego do músico ao jazz em temas como Alta tensãoFinaleSmoky e Trilhando.

Além do baião Viajante, o álbum apresenta outra composição associada à obra de Janete Clair. Com tonalidade ibérica, a música El toreador foi feita por Alfredo em 1993 para a trilha sonora da homônima peça infantil em que foi encenado texto escrito por Janete Clair e até então inédito nos palcos.

Fonte: G1

|

Deixe um Comentário