Notícias / Ações

30 setembro 2019

Ivete Sangalo vive outro tempo de alegria em mais um show carnavalesco no Rock in Rio

||
0 Comment
|

♪ Rock in Rio 2019 – Nome já recorrente no line-up do Rock in Rio, Ivete Sangalo justificou a preferência na oitava edição carioca do festival. Abrindo a programação do Palco Mundo na noite de domingo, 29 de setembro, a cantora baiana viveu outro tempo de alegria com a plateia do Rock in Rio 2019.

Tempo de alegria (Gigi, Magno Sant’Anna e Filipe Scandurras, 2014), a propósito, foi uma das músicas de roteiro aberto com a cantora tocando bateria.

Como no Rock in Rio 2017, Ivete fez um Carnaval fora de época, recorrendo a infalíveis hits do repertório consagrado pela artista no universo da música baiana rotulada como axé music.

Ivete Sangalo em cena com dançarinos no Palco Mundo do Rock in Rio 2019 — Foto: Marcelo Brandt / G1

“Hoje é dia de rock e de axé, bebê”, gracejou, acrescentando o gênero que a projetou à frase-bordão proferida pela atriz Christiane Torloni no Rock in Rio 2011.

Sim, o domingo 29 de setembro foi dia de axé e ritmos derivados no Rock in Rio 2019. Teve samba-reggae, ritmo muito bem representado por Sorte grande (Lourenço, 2004) e Beleza rara (Ed Grandão e Nego John, 1996). E teve Lambada (Corpo molinho) (Samir e Tierry, 2019).

Teve ainda um medley de funk para celebrar os 30 anos do batidão carioca, com referências a ícones do gênero como o Bonde do Tigrão e o dançarino conhecido como Lacraia. O medley de funk foi um afago de Ivete no público do Rio de Janeiro, sempre receptivo ao baticum feito pela artista com mix de tambores e beats eletrônicos.

Ivete Sangalo apresenta no Rock in Rio um show de visual valorizado pelo figurino da cantora e pelas imagens projetadas no telão — Foto: Marcelo Brandt / G1

Com visual valorizado pelas projeções de belas imagens, pelo figurino da cantora e pelas coreografias dos dançarinos, o show de Ivete Sangalo no Rock in Rio 2019 reiterou o calor e o carisma singular dessa artista que já nem precisa ter hits nas paradas para subir no palco e entreter o público durante uma ou duas horas.

Até porque Ivete costuma diluir no próprio universo musical os hits de outros artistas. Tanto que ninguém estranhou as presenças no roteiro do samba-soul Gostava tanto de você (Edson Trindade, 1973) e da canção soul Além do horizonte (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1975), sucessos de Tim Maia (1942 – 1998) e de Roberto Carlos, respectivamente.

Enfim, mais uma vez, Ivete Sangalo fez rolar a festa no Rock in Rio.

Fonte:G1


|

Deixe um Comentário