Notícias / Ações

20 julho 2020

Kelly Key lança álbum com ‘feats’ e inéditas: ‘Minhas músicas de 20 anos atrás ainda são atuais’

||
0 Comment
|

A ideia de fazer um disco com cantoras reinterpretando “Baba Baby”, “Anjo” e outros hits de Kelly Key ao lado dela começou a tomar forma em 2015. Mas foi só neste mês que, finalmente, saiu o álbum “Do Jeito Delas”.

“A gente vinha comentando sobre como minhas músicas de 15, 20 anos atrás ainda são tão atuais em nível de discurso”, explica Kelly ao G1.

Em 12 músicas, a cantora carioca retoma de vez a carreira musical, após duas pausas. Quatro das músicas tinham saído em um EP, do fim do ano passado.

Entre elas, destaca-se “É ou não é pra chorar”, com a rapper mineira Cynthia Luz. A balada de 2003 tem versos como “Por causa de você / Não uso mais batom / Rasguei meu short curto / Diminui meu tom”.

MC Rebecca, Luísa Sonza, Gabi Martins…
O novo álbum tem ainda as inéditas “Montanha Russa” e “Falta que me faz”, além das parcerias com MC Rebecca, Luísa Sonza, Clau, Gabi Martins, Preta Gil, Pocah e Gabily.

“É uma forma de essa nova geração conhecer o trabalho, mas de um jeito diferente. Até porque nesse tempo que eu fiquei fazendo outras coisas, na internet e na televisão, o público foi se renovando”, explica a cantora.

Kelly apresentou programas na Globo, Band e Record. Mas a ocupação mais recente é a de influenciadora digital, com mais de 8 milhões de seguidores no Instagram acompanhando vídeos e fotos sobre estilo de vida.

“A partir da televisão, eu conheci a internet. Aí eu não quis largar, né? Poxa, a internet é uma delícia. Eu faço o que eu quero, da onde eu quero. Basicamente, o que eu vejo nas redes sociais é o meu clã, a galera que quer receber e ouvir o que você tem pra dizer.”

E vai ter clipe novo?

Kelly Key — Foto: Divulgação/Rodolfo Magalhães

Kelly Key — Foto: Divulgação/Rodolfo Magalhães

“Montanha-Russa”, que vai ganhar clipe no dia 24 de julho, foi “encomendada” por ela. “Eu fui nos Dogz, há mais de dois anos”, lembra, mencionando o trio de produtores já ouvido com Anitta, Pabllo Vittar, Iza e muitas outras estrelas do pop.

“Eu fui lá, a gente conversou. A gente trabalhou em cima dela pra caramba. Eu falei com os meninos todos, Sergio [Santos], Pablo [Bispo], Ruxell. A gente sentou no estúdio deles e a gente conversou muito sobre essa ideia de retorno.”

Ela queria saber quais ideias o trio tinha para essa retomada de carreira. “Falar com profissionais desse universo é muito diferente de você ouvir o público. Foi incrível… A gente não podia trazer a Kelly de ‘Baba’ que tinha 17, 18 anos, para hoje. Eu tenho 37 anos, levo uma outra vida, tenho outra maturidade, sou uma outra pessoa. Eu tenho outras coisas pra contar.”

“Montanha-Russa” acabou virando o carro-chefe do álbum, com o bônus de dar uma atualizada no som da Kelly Key que todo fã de pop conhece: “Ela tem um diferencial que o refrão dela tem uma mudança de beat evidente, a música desacelera e depois ela volta e acelera.”

Fonte:G1

|

Deixe um Comentário