Notícias / Ações

01 junho 2022

Memes de Gusttavo Lima e ‘CPI dos sertanejos’ bombam com suposta farra de cachês

||
0 Comment
|

As críticas do cantor Zé Neto a Anitta, sua tatuagem íntima e ao uso da Lei Rouanet acabaram chamando atenção para o uso de verbas públicas em shows de sertanejos, em especial, de Gusttavo Lima, que chegou a ter um evento de R$ 1,2 milhão cancelado em Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais.

Não foi para menos -o dinheiro foi desviado ilegalmente de um fundo para a saúde e a educação. E enquanto o Ministério Público de diversos estados investiga possíveis irregularidades nas contratações com o dinheiro público, as redes sociais também já têm o seu próprio projeto -a “CPI dos sertanejos”.

Enquanto a hashtag sobe nas paradas das redes, rendendo memes e charges que comentam com humor o assunto, vale notar que ainda não existe uma Comissão Parlamentar de Inquérito formal, a conhecida investigação conduzida pelo poder Legislativo.

Ainda assim, alguns sertanejos que se identificam com os ataques que o presidente Jair Bolsonaro, do PL, frequentemente faz à Lei de Incentivo à Cultura, mostraram receber, sem licitação, muitas vezes mais em um show do que o limite atual da Rouanet, que define R$ 3.000 para o cachê de artistas.

A polêmica culminou na noite da última segunda-feira em uma live em que Gusttavo Lima chorou e disse estar disposto a “largar a toalha” após ser vítima dessa perseguição. Autor do estopim da polêmica, Zé Neto, da dupla com Cristiano, comentou ao vivo, tentando interromper o colega. “Cara, quem tem que dar satisfação sou eu”, tentou. “Joga pra mim, irmão, não tem nada haver [sic] com você.”

As brincadeiras se estenderam até a atriz e roteirista Maria Bopp, que publicou um vídeo imitando uma conversa imaginária em que um sertanejo agenda um show pago com verba pública indevida. “Eu queria falar com você sobre o pagamento, porque eu não recebo cachê através da Lei Rouanet. É contra meus princípios, eu sou cidadã de bem”, diz. “Desvio de verba pública? Ah, não! Eu topo! Educação e saúde? Que combo mara!”

|

Deixe um Comentário