Notícias / Ações

18 junho 2020

Trends |Quinta-feira 18/06/2020

||
0 Comment
|

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, é preso no interior de SP
Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), foi preso na manhã desta quinta em Atibaia (SP). Queiroz trabalhava no gabinete de Flávio na época em que ele era deputado estadual. O mandado de prisão foi expedido em um desdobramento da investigação de um suposto esquema de ‘rachadinha’ na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Segundo relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf), Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em suas contas, montante considerado ‘atípico’. Agentes também cumprem mandados de busca e apreensão em um imóvel de Jair Bolsonaro.

Novo ~fim do mundo~ gera memes; saiba por que teoria sobre o calendário maia não faz sentido
Nesse último mês, jornais britânicos como ‘Mirror’ e ‘The Sun’ publicaram uma nova teoria de que o apocalipse de 2012 previsto pelo calendário maia não aconteceu devido a uma interpretação errada. Na verdade, a data correta seria neste próximo domingo, dia 21 de junho de 2020. Porém, a interpretação tem sido contestada.

Acusada de racismo, Bombril pede desculpas e diz que não venderá mais esponja ‘Krespinha’
Após diversos influenciadores criticarem a marca pelo produto, vendido desde os anos 50, a Bombril emitiu uma nota com pedido de desculpas: ‘Não há mais espaço para manifestações de preconceitos, sejam elas explícitas ou implícitas’. Um produto com o mesmo nome estampava, em 1952, uma criança negra em sua embalagem, associando a esponja de aço ao cabelo da menina.

Luan Santana lançou nesta quarta, 17, o vídeo clipe da canção “Asas”, gravado ao vivo durante a live, transmitida pela Rede Globo no último sábado, 13. A faixa é a primeira a ser divulgada após o DVD Viva. O assunto é um dos mais comentados do Twitter nesta quinta-feira.

Governadores de vários estados acenderam o sinal de alerta depois de receberem avisos, mesmo que cifrados, de que, se os policiais militares tiverem de escolher entre eles e Jair Bolsonaro, ficam com o presidente da República. Do mais alto ao menor cargo, as PMs estão fechadas com a linha bolsonarista. O assunto é um dos mais comentados do Twitter nesta quinta-feira.

Segundo um estudo do Instituto Locomotiva feito a pedido da Central Única das Favelas, 71% dos negros no país não tinham nenhuma reserva financeira no início da pandemia. O assunto é um dos mais comentados do Twitter nesta quinta-feira.

|

Deixe um Comentário