Notícias /

23 janeiro 2020

Trends | Quinta-feira 23/01/2020

||
0 Comment
|

Com os titulares de férias, o Flamengo entrou em campo cheio de meninos da base. Abel Braga também resolveu botar os reservas do Vasco para jogar o clássico pelo Carioca e acabou se dando mal: o Rubro-Negro venceu com gol de Lucas Silva. Os internautas estão comentando se vale a pena jogar com os reservas.

O presidente Jair Bolsonaro se recusou a falar com a imprensa e justificou a decisão mencionando um “processo” inexistente. O mandatário ficou irritado com um levantamento da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), divulgado na semana passada. O estudo aponta que 58% dos ataques aos profissionais de comunicação partiram dele no ano passado.

O gol do Lucas Lima foi parar em post do Snoop Dogg — e no topo dos rolês aleatórios. Além da goleada do Palmeiras contra o Ituano, o torcedor alviverde foi surpreendido na noite de quarta-feira pela publicação do rapper norte-americano no Instagram. Snoop Dogg publicou um vídeo do gol de Lucas Lima, o segundo da vitória por 4 a 0. A galera do Twitter está tentando entender o porque dessa publicação aleatória.

‘Modo Avião’, com Larissa Manoela, estreia na Netflix. O filme conta a história de Ana (Larissa), uma jovem viciada em celular e preocupadíssima em fazer suas redes sociais bombarem. Após passar por alguns apuros por causa disso, ela é mandada para a casa do avô, vivido por Erasmo Carlos, onde não tem cobertura de celular.

Ministério diz que caso de Belo Horizonte não se enquadra como suspeita de coronavírus. O governo de Minas Gerais informou que investiga um possível caso da infecção em Belo Horizonte – trata-se de uma mulher de 35 anos que veio de Xangai. No entanto, o Ministério da Saúde afirmou que a situação não deve ser tratada como suspeita de coronavírus pelo foco da doença ser Whuan. A doença já matou 17 pessoas na China.

Fux suspende criação do juiz de garantias por tempo indeterminado.
O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, adiou a implementação dessa nova figura jurídica até que o plenário do Tribunal julgue o caso. O presidente da Corte, Dias Toffoli, já havia adiado em seis meses o prazo para a norma entrar em vigor. Esse magistrado seria responsável por determinar medidas cautelares, como quebras de sigilo e prisões preventivas. Sentenças finais seguiriam sendo conferidas por outro juiz.

|

Deixe um Comentário