Notícias / Ações

02 junho 2020

Trends |Segunda-feira 02/06/2020

||
0 Comment
|

Covid-19: 52% dos brasileiros conhecem algum infectado, diz Datafolha
A maioria dos brasileiros diz conhecer alguém que pegou o novo coronavírus. Segundo o levantamento, 45% têm muito medo de ser contaminado.

Celso de Mello rejeita pedido de apreensão do celular de Bolsonaro
O ministro do Supremo Tribunal Federal rejeitou nesta segunda-feira o pedido de partidos para que fossem apreendidos celulares do presidente Jair Bolsonaro e do filho, o vereador Carlos Bolsonaro.

O que é o movimento antifascista, que participa dos protestos no Brasil e nos EUA
Os protestos do último fim de semana em ambos os países tiveram ações organizadas por grupos antifascistas. Com décadas de atuação, o movimento foi alvo de críticas do presidente Donald Trump, que afirmou que os EUA iriam classificá-lo como terrorista. Além disso, no Brasil, os símbolos do movimento têm sido adaptados para englobar diferentes vertentes, gerando discussão sobre seus significados.

Covid-19: Universidade de Oxford realiza fase 3 de testes clínicos de vacina. Expectativa é de que dados para responder se vacina protege contra o coronavírus estejam disponíveis em dois a seis meses. Pesquisadora brasileira é uma das cientistas à frente dos estudos.

Grupo expõe dados pessoais de Bolsonaro, filhos e aliados.
Um perfil que defendia ser o braço brasileiro do coletivo Anonymous divulgou na noite desta segunda-feira dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro, de seus filhos e de integrantes do governo, como a ministra Damares Alves e o ministro Abraham Weintraub. Entre as informações compartilhadas, estavam CPFs, telefones e endereços. O assunto é o mais comentado do Twitter nesta terça feira nas hashtags #vazaram e Anonymous.

Uma manifestação convocada por redes sociais para protestar contra o racismo terminou em confronto com a Polícia Militar no Centro Cívico, em Curitiba, nesta segunda (1). A convocação dizia que o protesto deveria ser “apartidário e pacífico”. Ao longo da noite, no entanto, uma parte dos manifestantes autointitulada “Antifa” seguiu para o Centro Cívico, onde atiraram pedras em agências bancárias e nas vidraças do edifício do Fórum Cível. Houve princípio de incêndio. Ao chegarem ao Palácio Iguaçu, arrancaram a bandeira do Brasil hasteada em frente ao prédio e atearam fogo nela.”

|

Deixe um Comentário