Notícias / Ações

21 dezembro 2020

Veja algumas cenas que estarão “The Beatles – Get Back”, o novo documentário da banda

||
0 Comment
|

O diretor Peter Jackson (da trilogia “O Senhor dos Anéis”) liberou uma pequena amostra do que os fãs dos Beatles poderão ver no documentário que está preparando sobre o quarteto de Liverpool. A se julgar por essas imagens, “The Beatles Get Back” tentará dar um novo enfoque ao material registrado em janeiro de 1969 para o filme, e álbum, “Let It Be” (1970).

Tanto o documentário quanto o disco saíram quando a banda já estava separada e eles sempre foram vistos como exemplo maior do grupo se desintegrando, especialmente o longa. O diretor Michael Lindsay-Hogg incluiu no filme muitas cenas de discussões entre os integrantes, e deixava claro o desconforto que Yoko Ono, a futura esposa de John Lennon, causava nos outros três quando estava no estúdio.

Esse clima quase mórbido só era quebrado quando eles eram vistos tocando no telhado da Apple, naquela que acabou sendo a última vez em que eles e apresentaram juntos.

O projeto todo sempre esteve cercado em controvérsia. Paul McCartney, nunca escondeu sua insatisfação com o disco, que foi remixado pelo produtor Phil Spector antes de chegar às lojas – o baixista nunca o perdoou pelo arranjo, extremamente piegas, em sua visão, com coro e orquestração, de “The Long And Winding Road”.

Em 2003, uma versão mais crua do disco, sem os overdubs de Spector, saiu com o nome “LeIt Be… Naked”. Já o filme, seguiu no limbo. Ele foi lançado apenas uma vez em VHS e laserdisc (em 1981) e, desde então, só foi visto em cópias piratas.

Segundo Peter Jackson, existem nada menos que 56 horas de material bruto das filmagens e é a partir desses rolos de filme que o documentário está sendo feito. A ideia original era a de lançá-lo em 2020, para marcar o cinquentenário do lançamento original, mas o novo coronavírus forçou uma mudança de planos.

As cenas liberadas agora, ao som de “Get Back”, mostram que nem tudo foi amargor naqueles dias, e que houve também muitos momentos de descontração, camaradagem e bom humor entre eles.

A previsão agora é a de que o longa chegue à Disney +, e em exibição em algumas salas de cinema, em 27 de agosto do ano que vem.

Veja:




Fonte: Vaga lume

|

Deixe um Comentário